14 outubro 2011

4

pH e cosméticos para cabelo

Quando vamos comprar produtos comésticos para o cabelo, cada um tem seus critérios de escolha. Os mais comuns são marca, preço, opinião de pessoas que já usaram e relação tipo de cabelo/indicação na rotulagem (normais, secos, mistos, oleosos, quebradiços, quimicamente tratados, com queda, anticaspa etc). Mas por acaso você observa na rotulagem informações sobre o pH?

Simulação de escala de pH.

Quando pensei em escrever sobre esse assunto, lembrei-me da época de colégio lá em Recife. Ainda hoje tenho pesadelos com as provas de Química do Prof. Falcão. Há quem se recorde também da coleção em três volumes de Ricardo Feltre! Ainda tenho os meus guardados no meu acervo de livros.
De acordo com Líria Alves, colaboradora do portal Brasil Escola, a sigla pH significa "Potencial Hidrogeniônico" que é o índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer.
As substâncias, em geral, podem ser caracterizadas pelo seu pH, uma vez que o seu valor é determinado pela concentração de íons de Hidrogênio (H+): quanto menor o pH de uma substância, maior a concentração de íons H+ e menor a concentração de íons OH-.

A escala do pH pode variar de 0 até 14. Veja como classificar uma solução como sendo ácida ou básica:

pH 0 a 7 - soluções ácidas
pH = 7 - soluções neutras
pH acima de 7 - soluções básicas ou alcalinas

A farmacêutica da Pharmaderma, Milena Salvini, gentilmente respondeu ao meu e-mail e forneceu informações valiosas que são úteis na hora de escolher cosméticos para cabelo. Os xampus têm como função primordial fazer a lavagem. Para que isso ocorra de forma eficiente os produtos precisam ter pH mais alto, isto é, meio alcalino. Ela explica que xampus para cabelos normais devem ter pH entre 5,0 - 6,0 no máximo.
Cabelos secos, danificados ou quimicamente tratados já possuem as cutículas parcialmente abertas e o xampu usado deve ter o pH entre 4,0 - 4,5 (levemente ácido/moderado). Já em cabelos oleosos o pH do xampu deve variar entre 6,0 - 6,5. Xampus anti-caspa (principalmente os que contém piroctone olamina/cetoconazol) devem estar com pH entre 7 - 7,5.
Os xampus anti-resíduo que promovem uma limpeza profunda, e que só devemos usar uma vez por semana, possuem pH entre 5,5 - 6,5.

Resumindo: xampus devem ter pH mais alto (meio alcalino/básico). Para cabelos muito secos, danificados ou quimicamente tratados, os produtos devem ter um pH um pouco mais baixo (com pH alcalino).

Já os condicionadores, cremes para pentear e máscaras de tratamento capilar devem ter pH mais ácido. Isto porque haverá a ação selante nas cutículas dos fios.

Os condicionadores devem estar na faixa de pH 4,0 - 4,5. Os leave-in e anti-frizz possuem pH 5-6 (pH moderado). Máscaras de tratamento geralmente têm pH 3,5.


Curiosidades:

Produtos de uso profissional (salões) têm pH alto (acima de 7), pois preparam o cabelo para receber tratamentos de transformação profunda nos fios (alisamento, relaxamento etc). Os produtos usados nas etapas seguintes têm um pH mais baixo, para fechar as cutículas e finalizar o tratamento. Se deixarmos as cutículas (escamas) abertas, elas resultarão em cabelo poroso, fraco, quebradiço e opaco.

Produtos com pH muito baixo, 2,0-2,5 devem ser evitados.

Cosméticos para bebês, que são muito procurados por serem neutros, têm ph 7. O couro cabeludo dos pequenos tem um pH médio de 7,5 e nos adultos fica em torno de 5,0. Inclusive, o xampu infantil no cabelo de um adulto funciona como um xampu antiresíduos.
Eu pude comprovar essa característica na prática, com minha filhota. Quando ela fez 2 anos, o xampu de bebê estava deixando o cabelo dela uma palha. Realizei a troca para produtos "kids" e a mudança foi imediada. Quando o meu xampu antiresíduos acaba, uso o Johnson´s Baby (amarelo) e faço a aplicação da máscara de tratamento logo em seguida. Se eu ousar usá-lo regularmente, meu cabelo em uma semana vira uma farofa seca do sertão!

Os fabricantes de produtos cosméticos, preocupados em passar informações claras ao consumidor, informam na rotulagem o seu pH. Se não constar tal informação no xampu, o consumidor deve entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor e pedir esclarecimentos. Na ocasião no contato, solicite que esses dados sejam o quanto antes impressos na embalagem.


Existem lojas especializadas em produtos químicos que vendem tiras de teste para pH. Elas podem ser usadas em casa para que façamos o teste em nossos cosméticos (Essas tiras também são ótimas em aulas de Ciências e Química para a garotada! Os alunos poderão fazer testes para aferição do pH do vinagre, azeite, refrigerantes etc). Atualmente, nos laboratórios de farmácias de manipulação as medições são realizadas eletronicamente, para garantir o controle de qualidade.

Tiras para teste de pH. Os preços dos kits variam conforme a quantidade de tiras.
Preço médio de kit com 100 unidades: R$ 40,00


Onde encontrar tiras para teste de ph? Na internet achei na Ambbar Atacadista (nunca realizei compras nesse site, portanto não posso emitir opiniões)

Em Maringá achei na Hipperquímica (30 unidades, R$ 10,00).

Nos próximos posts sobre cosméticos para cabelos, farei testes com as tiras e mostrarei os resultados.




4 comentários:

  1. vam que materia legal nao sabia de quase nada do que vc falou parabens beijocas pra vc e jojo

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana Claudia!

    Eu estava com muita vontade de escrever esse post. E com a super ajuda da Milena foi ótimo. Muito esclarecedora. Eu vivia cismada com os xampus infantis e descobri que todo o problema está no pH!
    Agora é ficar de olho nas embalagens e exigir pelos SACs que os fabricantes informem tais dados na rotulagem. Bjssss

    ResponderExcluir
  3. Conteúdo bem legal desse post. Explica direitinho os detalhes que deixamos passar mas que fazem toda a diferença! Parabéns por essa postagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,

      Gostaria que todos os fabricantes de cosméticos informassem nos rótulos qual o pH. Isso facilita demais para nós consumidores. bjsss e obrigada por comentar

      Excluir