02 fevereiro 2014

18

Óleo Vegetal de Rosa Mosqueta Arte dos Aromas

Olá, gente!

Há muitos anos uso na minha rotina diária, tanto para fins cosméticos como terapêuticos, óleos vegetais. Entre os meus preferidos, o de Rosa Mosqueta não pode faltar.  Suas propriedades são famosas. Para quem não sabe, esse óleo é extraido a partir das sementes da flor da Rosa Canina Fruit Oil (nome científico da espécie nativa dos Andes Chilenos). 
O Óleo de Rosa Mosqueta é rico em Vitamina A e por ser formado por uma cadeia complexa de ligações moleculares, possui altos níveis de ácidos graxos poliinsaturados, linoléico, ácido oléico e linolênico. Sua ação terapêutica na pele confere potencialização regeneração dos tecidos, bem como estimulando a produção de colágeno. Por essas características, o Óleo de Rosa Mosqueta oferece importantes benefícios no tratamento em que é crucial aceleram a cicatrização. Como esse óleo possui retinoides naturais e atua diretamente na produção de colágeno, há ganhos cosméticos na atenuação de rugas e linhas de expressão. 
Quanto maior a pureza na extração do Óleo de Rosa Mosqueta melhores são suas propriedades. Atualmente o melhor processo está na prensagem à frio. O método tradicional por uso de calor (isso vale para todo tipo de óleo vegetal), acaba quebrando as ligações insaturadas das moléculas do óleo, tendo como o resultado a saturação. Quanto maior a saturação, mais denso fica o óleo e perda de suas ligações polinsaturadas.  Esse raciocínio é o mesmo que ocorre durante o uso culinário de um óleo vegetal (soja, algodão, milho, canola, oliva). Sempre que aquecemos, ocorre transformações químicas que muda a cor e textura do óleo. 

Recebi da Loja Virtual Flor da Pedra, especializa em cosméticos orgânicos, o Óleo de Rosa Mosqueta Arte dos Amoras que além de oferecer alto grau de pureza (sem aditivos), é prensado à frio. Dos óleos que tenho, comprados em farmácia, nenhum deles possui essa informação.  Por isso, achei interessante testar e comparar esse diferencial. Confiram!

Frasco de vidro âmbar, com tampa rosqueável e válvula interna
com controle de gotas. Contém 30 ml.


Descrição do produto: Óleo vegetal Rosa Mosqueta. Rosa canina fruit oil. Prensado à frio. 100% natural, sem aditivos ou conservantes.
Rico em vitaminas. Tem ação antioxidante e alto podr de regeneração. Promove elasticidade, nutre e hidrata a pele. 

Modo de usar: massagem corporal. Uso externo. Manter fora do alcance das crianças. Em caso de irritação, suspender o uso.

Minha avaliação: O primeiro destaque a elogiar ao produto é seguramente sua embalagem. Trata-se da melhor embalagem que conheço que protege as propriedades de óleos vegetais nobres de oxidação - vidro âmbar. O vidro é superior ao plástico porque evita reações químicas internas com o próprio polímero do recipiente plástico. A válvula interna gotejadora  evita desperdícios do produto.  
Quem compra regularmente Óleo de Rosa Mosqueta sabe que o custo por ml fica em torno de R$ 1,00.  Não se trata de um óleo vegetal baratinho e por isso deve ser usado da forma mais racional possível e ter uma boa embalagem, é uma enorme vantagem.



O Óleo Vegetal de Rosa Mosqueta Arte dos Aromas é 100% puro, não contém aditivos para melhorar a textura (inclusão de silicones para deixá-lo mais fino) e também não possui fragrância (para melhorar o cheiro natural desse óleo). Por essas razões quem usar esse tipo de óleo pela primeira vez pode estranhar. O Óleo de Rosa Mosqueta tem odor próprio que considero desagradável (lembra óleo de fritura velho). Mas são nessas condições de alto grau de pureza que há as maiores vantagens terapêuticas, pois assim são preservadas suas propriedades medicinais.  



Como eu uso o óleo de rosa mosqueta? 

Como minha pele não cicatriza bem, tenho problemas com queloide e hiperestimulação da melanina que provoca cicatrizes escuras. Basta uma picada de mosquito para fazer um estrago. Sempre que me tenho qualquer tipo de lesão, trato desde os primeiros dias com Óleo de Rosa Mosqueta. Além de estimular a cicatrização mais rápida, evito que a pele forme uma cicatriz escura. 
Para usar é uma gota fazendo massagens suaves para que a pele possa absorver o óleo.
Em cicatrizes antigas, sobretudo em queloides, o Óleo de Rosa Mosqueta ajuda a clarear, diminuíndo aquele aspecto típico avermelhado.
No rosto uso o óleo em pequenas gotas massageando rugas e linhas de expressão. Não uso no rosto topo porque tenho histórico de pele acneica e devo evitar óleos vegetais ou minerais. Uso apenas para conter manchas e nas rugas.
Em estrias (tanto recentes como antigas) também noto melhora na qualidade da pele. Na minha gravidez usei Óleo de Rosa Mosqueta e praticamente não tive estrias. 


Minhas conclusões:  Como eu uso há muito tempo Óleo de Rosa Mosqueta posso assegurar os resultados positivos. Mas tem que ter paciência, pois não se trata de mágica ou milagre. Em minhas cicatrizes (cirúrgicas, queimaduras etc) tive melhora significativa. No caso dos queloides o maior ganho foi no clareamento - cicatriz menos avermelhada.  Contudo, não há melhora na textura rugosa (o tratamento é com infiltrações de corticoide em consultório médico).

Em picadas de insetos usando o óleo não fico com manchas escuras. O mesmo vale para acne, cortes ou queimaduras. Atualmente eu não tenho mais acne, mesmo assim não deixo de usar no rosto nas rugas e linhas de expressão. 
Nas estrias (coxas, seios, bumbum) o que notei ao longo dos anos foi uma pele mais uniforme, sem tantas depressões cutâneas, típicas do estiramento das fibras de colágeno. Minha pele nas áreas com  estrias são bem clarinhas e não me incomodam mais.

Acho super válido investir em óleos nobres como Mosqueta ou Girassol para fins terapêuticos. Aliando-os com demais ativos estimulares de colágeno o resultado é ainda melhor. Para obter resultados positivos, é necessário usar todos os dias. Não funciona usar "uma vez perdida". Tem que ter disciplina!

Como o óleo é muito puro e concentrado, também rende bastante - usa-se gotas mesmo. Não é necessário "tomar banho de óleo" para uso terapêutico. Por ser muito viscoso também não é agradável usar muita quantidade porque é difícil de espalhar. Gostei bastante do diferencial da prensagem a frio (por ser uma extração que preserva mais as ligações insaturadas, achei o óleo da marca Arte dos Aromas menos viscoso e por isso melhor de aplicar). Por isso, vale a pena cada Real investido. Super aprovado.


Onde comprar: lojistas credenciados da Arte dos Aromas.
SAC Arte dos Aromas: formulário on line


* Gostaria de agradecer à Loja Flor da Pedra pelo envio do produto para testes aqui no blog. As opiniões sobre o produto são de minha responsabilidade como consumidora e não se trata de informe publicitário pago.

É isso! Quem tiver curiosidade para entender um pouco sobre processo de extração de óleos, ligações moleculares, ácidos graxos etc, recomendo o maravilhoso e emocionante filme Óleo de Lorenzo (1992). Segue o link da ficha técnica.


Beijocas mil!!!

18 comentários:

  1. Olá Nessa,
    Tb uso óleo de rosa mosqueta há muito tempo, sempre tenho em casa.
    Essa marca ainda não conhecia, mas achei muito interessante o processamento do óleo.
    Sempre coloco o óleo na misturinha com pomada de bebê, passo puro na pele para estrias tb.
    Adorei a resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deni,

      Que entra p o time dos oleos nobre, nao larga! Vc e eu somos exemplo disso.
      Comparando ao Epilê, esse prensado a frio achei mais puro.
      Atualmente ate nos suprmercados tenho visto azeite de oliva mais caros prensados a frio.
      E com toda a certeza cientifica: calor que as ligaçoes do oleo e a cadeia molecular muda, saturando. Extrair a frio dá menos rendimento p o fabricante, mas garante a pureza.
      faz toda diferença investir nesse tipo de extração.

      bjsssss

      Excluir
    2. E outro detalhe... embalagem de oleo em vidro é outro nivel.
      nao tem como comparar vidro c plastico.
      gosto dos plasticos ambar, mas o vidro ainda protege mais e nao tem como o oleo reagir com a embalagem.
      eu entrei no site da marca e fiwuei doida c tanta coisa bacana.

      bjsss

      Excluir
  2. Nessa,
    Já usei o Epilê, agora estou usando o ÓLEO DE ROSA MOSQUETA HERBARIUM 30ML, achei bem bom tb, vc já usou?
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com certeza conheço os dois. acho o herbarium melhor que o epile.

      Excluir
  3. Oi Vanessa, se eu mandar manipular o óleo de rosa mosqueta, terá o mesmo que o vegetal? Será 100% puro? Desculpa se minha pergunta pareceu idiota.

    ResponderExcluir
  4. Oi,

    O oleo fornecidos p as farmacias de manipulaçao tem alto grauu de pureza sim. contudo, ha questoes a por na conta. geralmente o custo do oleo ex.10ml do oleo comprado na manipulacao é mais caro o valor por ml.
    tb tem o problema do metodo de obtençao do oleo. o oleo qdo nao é prensado a frio e passa por poucas filtragens tem cheirinho de oleo velho. vc pode pedi p adicionar essencia p melhorar o odor do manipulado.

    bjsss

    ResponderExcluir
  5. Vanessa lindona, me explica a diferença desse óleo:
    http://www.sabaoeglicerina.com.br/oleo-de-rosa-mosqueta-refinado--100ml-p1161

    Pra esse:
    http://www.sabaoeglicerina.com.br/oleo-vegetal-rosa-mosqueta-30ml-arte-dos-aromas-p5264939

    Ambos servem para evitar as estrias, tratar a pele? Qual é o melhor? Beeeijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Ambos sāo oleo de rosa mosqueta. A principal diferença que inclusive vc pode observar no preço é o processo de obtençao do oleo.
      o da arte dos aromas é prensado a frio. a extraçao sem aquecimento permite que as ligaçoes simples se mantenham integras, deixando a qualidade do oleo maior.
      qdo o oleo é aquecido sofre reaçoes qumicas que o deixa mais grosso.
      ambos podem ser usados p prevenir estriar.
      geralmente o oleo de rosa mosqueta extraido de modo convencional, tem um odor caracteristico (lembra cheiro de oleo velho de fritura).

      bjsssss

      Excluir
  6. Olá gostaria de saber a cor desse óleo comprei um e ele bem escuro parece um laranjado e grosso com cheiro de óleo velho me disseram que é puro estou em dúvida

    ResponderExcluir
  7. Olá gostaria de saber a cor desse óleo comprei um e ele bem escuro parece um laranjado e grosso com cheiro de óleo velho me disseram que é puro estou em dúvida

    ResponderExcluir
  8. Olá gostaria de saber a cor desse óleo comprei um e ele bem escuro parece um laranjado e grosso com cheiro de óleo velho me disseram que é puro estou em dúvida

    ResponderExcluir
  9. Olá gostaria de saber a cor desse óleo comprei um e ele bem escuro parece um laranjado e grosso com cheiro de óleo velho me disseram que é puro estou em dúvida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa textura pode acontecer se o produto for de lote antigo ou se não foi armazenado corretamente. O meu é fino e não tem cheiro de óleo velho. Infelizmente o óleo tem esse cheiro ruim mesmo. Só melhora se for extraído a frio (sem aquecimento).

      Excluir
  10. Ja experimentou a pomada thiomucase nos queloides??

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Oi Vanessa, eu fiz uma micro cirurgia para retirada de um sinal no rosto e levei 3 pontos. É bem no meio da bochecha e eu to preocupada com o aspecto dela. Logo depois de retirar os pontos eu já posso posso fazer o uso do oléo?

    ResponderExcluir
  13. Vc pode usar agora gel de silicone como contractubex ou cicatriclin. Pode usar uma fita microporosa P manter a pele mais úmida e com 30 dias ir introduzindo o mosqueta.bjss

    ResponderExcluir